Saiba como dobrar o valor do seu produto

Como dobrar o valor percebido do seu produto, se ele é igual ao da concorrência? Descubra agora, aspectos essenciais para seus produtos se elevarem aos olhos dos clientes.

Primeiro precisamos entender que quando falamos em valor, não estamos falando de valor monetário, ou seja, o custo do produto e sim valor percebido, aquilo que você entrega de conceito.

Pode ser qualidade, criatividade ou inovação mas com certeza vai além do preço cobrado.

Diferenciar significa apresentar algo novo e criativo, diferente do que a maioria apresenta. Os clientes naturalmente tem uma visão positiva deste mercado de personalização de produtos porque justamente trabalha com o imaginário de exclusividade que um produto personalizado apresenta.

Porém, com o baixo custo para iniciar um negócio na área de personalização de produtos, o natural aumento da concorrência tem criado níveis maiores de exigência entre os clientes.

É aquela velha máxima de como funcionam todos os negócios atualmente: Lei da Oferta e Demanda.

Quanto mais oferta, mais a demanda passa por transformações que a tornem mais atrativa e consequentemente façam um produto ganhar mais valor percebido que outro, ainda que eles sejam iguais.

O valor percebido é aquele em que o cliente vê diferencial em relação aos outros, seja na aparência ou na utilidade. As vezes a percepção de valor percebido de um cliente muda e o que ele achava caro passa a achar barato, simplesmente porque viu uma utilidade que antes não via, ou um valor de aparência que antes não havia percebido.

Exemplo: Seu cliente vai comprar o seu produto (igual ao do o concorrente) por R$15 mais caro se perceber que vale mais do que isso para ele. Ele sente então que está ganhando mais do que gastando porque você estará levando mais valor do que preço.

Entendendo como funciona o valor percebido é importante que você planeje, tendo em vista sempre esse processo e como você consegue encaixar sua estratégia no comportamento do seu cliente.

A percepção de valor é baseada no quanto o consumidor conhece sobre o produto ou serviço. E, isso, tem a ver com conteúdo que você gera para ele, por isso tenha em mente alguns pontos importantes:

 

1 – Invista em boas artes

Investir em uma boa arte é fundamental no universo da personalização de produtos. Afinal de contas, o que vai te diferenciar é a capacidade de fazer coisas mais bonitas, atrativas e criativas.

Com artes interessantes e você pode gerar o conteúdos com ideias para datas comemorativas e presentes inusitados que vão gerar valor ao seu produto e consequentemente manter o cliente apaixonado pelo seu trabalho. Seja sempre pró-ativo, ou seja, sugira ao cliente e tenha sempre ideias a sua disposição.

Desta forma, você criará clientes que serão verdadeiros fãs e assim você os fidelizará.

 

2 – Monte um catálogo

Monte um catálogo com produtos, preços e ideias para as diferentes situações. Atualize regularmente de acordo com as mudanças de preço do fornecedor e também conforme a sua criatividade lhe dê conteúdo para isso.

Lembre-se: As pessoas gostam de ter opção, ver imagens e você precisa atraí-las para o processo de negociação e compra. Ela não precisa ir presencialmente até você para perceber o valor de um produto, até porque essa é a isca para que ela te procure.

 

Dicas de sites para você montar o seu catálogo:

Flip Snack 

No site da Flip Snack, você tem a opção de carregar um PDF que você tenha ou criar online o seu catálogo. O site conta com diversos recursos interessantes que possibilitam a você criar um catálogo surpreendente de maneira prática e intuitiva.

Joomag 

Seguindo a mesma linha, a Joomag disponibiliza impressionantes modelos gratuitos, com elementos interativos atraentes e fáceis de usar já que conta com a opção de arrastar e soltar em seu editor.

3 – Divulgue suas ações

Não adianta ter ótimas ideias e ninguém ficar sabendo. Portanto, é essencial criar uma página no facebook, utilizar lista de e-mails e usar seus contatos no whats app para atualizar das novidades em produto e de ideias novas que você tenha tido.

 

4 – Coloque todos os custos na ponta do lápis

Para vender um produto, você precisa saber o custo que você teve para produzir e assim colocar a margem de lucro em cima. Caso contrário, você pode estar pagando para trabalhar.

Coloque na ponta do lápis tudo o que você usar para produzir cada produto:

  • Tintas
  • Papel Sublimático (Aqui é importante ter uma ideia de aproveitamento. Exemplo: Uma folha A4 cabem até 3 artes de caneca. Um pacote tem 100 folhas)
  • Custos com energia elétrica (Computador, Impressora e Consumo da Prensa)

Desta forma, cada produto terá um valor de produção e você insere a margem de lucro que seria o seu trabalho para fazê-lo ou seja, quanto mais difícil de produzir, mais valorizado é o produto. A partir daí, você faz um tabelamento desses valores e corrige a diferença sempre que houver alteração no preço da matéria prima pelo fornecedor.

5 – Esqueça economias burras

Uau!! descobri que posso personalizar Canecas na fritadeira.  O que? Vou levar 15 min para fazer uma e gastar 3x mais luz? 

É comum vermos em grupos de facebook e whats app relacionados a personalização de produtos, discussões em torno de ideias mirabolantes como a eficácia de usar produtos no microondas ao invés de usar a prensa térmica, comprar produtos não próprios para sublimação e mandar resinar entre outras tentativas de reinventar a roda que só fazem você perder o foco do que realmente importa: Aprender como fazer corretamente e ganhar experiência.

Invista no processo, em aprender mais e melhor. Em criar uma boa arte e um bom sistema de divulgação.

Não é buscando métodos sem garantia de qualidade para ter uma minuscula diferença na margem de lucro, que você vai obter sucesso. As vezes você tem é mais gastos, como o exemplo da fritadeira.

No exemplo da fritadeira, o consumo de energia elétrica é de 1425 Watts  para produzir 1 caneca a cada 15 minutos. Em uma prensa de canecas você tem o consumo de 350 Watts e 2 minutos para a mesma produção.

Então tenha em mente: Esqueça as economias burras. Você precisa é ter o foco em aumentar o valor percebido no seu cliente!

Com certeza, se você tiver uma tabela organizada de preços,  um produto com ótima qualidade, uma arte bonita e criativa com cores vivas, você terá mais resultados porque simplesmente vai vender muito mais, produzindo com mais eficácia e se destacando da concorrência.

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *